Meu caso com o ballet - PARTE II #balletadulto

segunda-feira, março 20, 2017 Mundo Lilo 2 Comments

Continuando O POST ANTERIOR...



Eu devia ter uns dezesseis anos, quando assistindo So You Think You Can Dance ( essa época eu era fissurada por Dança de Salão) descobri a dança contemporânea, e o mundo nunca mais foi o mesmo pra mim. Aqueles movimentos desconstruídos e interpretação emocional dos bailarinos ( vamos relembrar que meu sonho era ser a Maria do Bairro, e eu gosto de cargas emocionais, me julgue.) me ganharam e eu, pá! Eu quero fazer isso aí!

Na época não tinha como fazer, mas eu fiquei namorando essa modalidade por anos. Quando eu comecei a trabalhar, pensei, esse é o meu momento! Bom, ainda não era. Nenhuma escola de dança tinha. Só ballet. Aff ballet não. Muito chato, eu pensava.

Então eu achei uma escola que tinha a bendita dança contemporânea em Brasília! E fui toda animada fazer, chegando lá, avisaram que não tinha mais. Nossa kirida, sério? Mas tem ballet, e a aula é agora, porque você não faz uma experimental? Com todo desanimo do mundo pois não ia me sentir uma bailarina do SYTYCD lá vou eu fazer a aula.

Eu não gostei. Na verdade até gostei, mas minha resistência foi maior. Fiquei bem surpresa comigo, pois até que eu consegui fazer os exercícios ( sofrendo porém), (pra alguém que nunca fez uma aula de dança que não fosse ao som dos próximos sucessos do carnaval.) Percebi a professora me olhando demais, e fiquei tá né, tô fazendo tudo errado, já sei. No final ela veio falar comigo. Você vai voltar na próxima aula? Perguntou. Não sei, respondi. Deveria, ela disse. Eu não voltei.

Mudei de cidade.

CONTINUA NO PRÓXIMO POST













Você pode gostar também

2 comentários:

  1. Adoro posts sobre dança, eu danço faz 3 anos <3
    http://toobege.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir