Ontem eu quase te procurei

quarta-feira, agosto 31, 2016 Mundo Lilo 2 Comments

Noite passada quase esqueci do nosso trato silencioso. Eu quase te acordei pra dizer que não conseguia dormir. O momento poderia ser um lugar secreto que no outro dia a gente age como se nada tivesse acontecido, como quando a gente se olha e entende o que o outro está sentindo porque é tão forte que chega a doer, mas é tão calmo que às vezes dá pra respirar.

           
   Eu tenho levado essa história de uma forma madura, não evito e nem me desespero, meu coração está em paz apesar de algumas vezes ele expandir pelo corpo inteiro e não ter lugar pra sentir nada além do que parece ser toda uma forte lembrança de um grande amor, o que não faz muito sentido, a gente não se conhece há muito tempo. Dói quando isso acontece, mas eu paro e me situo pra passar. Não passa, mas acalma como quem diz, vou ficar em silêncio, mas você sabe que eu estou aqui.

  Lido bem com a situação, ou ao menos me esforço pra parecer que sim, mas as minhas mãos me complicam, pois quase como se tivessem vontade própria sentem falta do toque das suas, e de dançarem a música que só a gente consegue ouvir, como naquele dia azul que usamos roupas vermelhas e nossas almas se uniram como se estivessem há muito tempo separadas, que calou nossas vozes, que nos elevou em toque e arrepio para um lugar desconhecido pela maioria das pessoas.

 Eu estava verdadeiramente bem,e admirando sinceramente sua cautela pelos sentimentos dos outros, mas agora percebo meu coração quebrando cada vez mais a cada na medida que o tempo passa e eu entendo que eu não posso mais te procurar às duas da manhã pra tentar entender algo forte que senti, pra te contar sobre acessar o seu melhor e querer partilhar com o mundo, nem conversar sobre filmes franceses. Que minhas mãos não podem segurar as suas, e meu abraço não pode se encaixar no seu.

E às vezes eu só gostaria de saber se com você é assim também, que às vezes você acorda no meio da noite com toda a certeza do mundo, mas quando amanhece acha que pode esperar um pouco mais. Para a vida que escolhi viver não há espaço para sofrimentos, e sentimentos ruins ou de autopiedade, e minha vulnerabilidade eu exponho para ela não me enfraquecer. Eu estou bem, apesar de não estar. Eu estou sob controle, apesar de vez ou outra querer tanto te ligar pra dizer que.

                                NO YOUTUBE : www.youtube.com/mundorayo
                                           INSTA: @rayodi


Você pode gostar também

2 comentários:

  1. Ahhhhhh, tu escreve muito bem, mulher! Vou acompanhar e fico feliz por ter encontrado seu blog hahahah

    imperativosite.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel! Ai, fiquei muito feliz em ler isso! De verdade! beijos amorr

      Excluir