quarta-feira, dezembro 30, 2015

Bate-papo com o Escritor Felipe Sali

| |
Oi gente!

Hoje tem uma entrevista super legal pra vocês! O bate-papo foi com esse rapaz super querido, Felipe Sali. Eu o conheci através do meu canal no youtube wwww.youtube.com/mundorayo . O convidei para dar uma entrevista, e ele topou!

Ótimo! Ele foi eleito pelo próprio site Wattpad ( Pra quem não conhece: é tipo o youtube dos livros onde autores postam suas estórias online) como autor destaque, ficando ao lado de Paulo Coelho. (Hum, chique, heim?) "Chique" em termos. Aqui vemos que sonhos são conquistados com bastante esforço e dedicação. Não é fácil, mas é super possível e o Felipe nos dá dicas de como autores iniciantes podem chegar lá. :)



Rayane Então Felipe, você é de qual Estado?
Felipe - São Paulo.Sou da baixada, mas estou me mudando para a capital.

R- Qual seu estilo de literatura? Romance, Fantástico...?

F- Eu gosto de passear entre os estilos procurando uma boa história. O meu primeiro livro é um romance adolescente, o segundo puxa mais para a fantasia Mas, no geral, escrevo histórias de amor.

R - Hm que interessante. Você se lembra de como começou a escrever? E de qual foi a primeira estória que escreveu?

F-Isso é bem difícil. Escrevo desde criança, desde que me entendo por gente. Com onze anos eu já tinha uma dezenas de cadernos cheio de histórias. A primeira que iniciou a minha carreira foi Ick Perspectiva.

R- Estou me identificando com você rs. E quando foi que você decidiu que seguiria a carreira de escritor? Ou ainda não se decidiu?
F- Eu decidi quando tinha uns sete anos de idade e descobri que isso era uma profissão. Hahaha. Desde então, mantive focado nisso.
R- Que maravilhoso. A propósito sobre o que é a Ick Perspectiva?
F- Ick é o apelido de Ícaro, um garoto de dezesseis anos que escreve poesias escondido do pai e dos amigos machistas. A história é sobre a jornada dele (e de outros personagens) em descobrir quem realmente é e como quer se posicionar no mundo. No meio disso, ele se apaixona por uma cantora andarilha chamada Samaris.
R- Fiquei curiosa. Então, você mencionou que o sucesso da estória no Wattpad chamou a atenção da imprensa. Como foi isso?
F- Se você ler, quero saber a sua opinião depois. 
R- Vou ler rs.
F- O livro, assim como o "Mais leve que o ar", meu outro trabalho, começou a ter uma boa quantidade de acessos. Mas depois que o próprio wattpad me elegeu como um dos autores em destaque do site (ao lado do Paulo Coelho), a imprensa meio que me descobriu e comecei a aparecer em alguns jornais e sites, como o G1. A minha carreira é diferente, fui para a internet só por ter sido rejeitado pelas editoras. Esse tipo de coisa atraí os jornalistas, que estão sempre procurando histórias diferentes. Esse tipo de coisa me ajudou bastante na carreira, não só no número de acessos, mas aumentou a minha credibilidade no mercado.

R- Parabéns! Foi uma surpresa pra você ser eleito pelo Wattpad, ou você já esperava por conta dos seus números?
F-Obrigado! Eu não esperava. Apesar dos números de acesso, o destaque do wattpad é eleito com base em critérios exclusivamente técnicos, como estrutura narrativa e de roteiro. Fiquei bastante contente por ter sido um dos escolhidos.

R-Muito legal! Muitos desistem com os "não" das editoras, o que é muito comum no início da carreira. Você já pensou em desistir? E que conselho você daria para os novos autores?
F- Já pensei sim. O wattpad foi praticamente a minha última cartada. Desde então, nunca penso em parar, pois sempre que desanimo eu abro o APP e leio as mensagens que os leitores deixam. Eles me apoiam e me incentivam de uma maneira única, sou eternamente grato a eles. O conselho que dou para que os novos autores é que estudem muito e treinem muito. Vocês precisam ter a noção de que ser escritor não é tão diferente de qualquer outra profissão, onde você precisa de comprometimento para se destacar. O mercado é realmente difícil, mas se você tem uma boa história não precisa temer nada.

R- Vamos para uma pergunta mais técnica, como é o seu processo de escrita? Você já estrutura tudo o que vai acontecer, ou seus personagens às vezes tem vontade própria?
F-Eu uso a estrutura clássica. Primeiro planejo os principais acontecimentos do começo, do meio e do fim. O que existe de ligação entre os três atos surgem conforme eu vou escrevendo. Logicamente vão surgindo alterações, tanto nas ações de ligação quanto na base da história, mas é importante você ter noção para onde está indo, para não se perder na narrativa

R- Já estamos terminando a entrevistas, rs. Eu quero saber como você vê a sua missão como escritor.( O que você quer fazer para quem lê o que você escreve. )
F- Allan Moore já dizia que a arte é o mais próximo que o homem tem da magia pois ela é capaz de fazer algo incrível, que é alterar a consciência humana. Eu quero que as pessoas reflitam sobre coisas específicas lendo o meu livro e alcancem as suas próprias respostas. Além de fazer as pessoas pensarem sobre os seus próprios sentimentos, o que é que todo escritor quer (acredito).
R- Adorei a entrevista Felipe! Muito obrigada, mesmo.Deixa aqui os seus links, pra galera conhecer seu trabalho.

F- Gostei também. Se entrevistado por escritora é bem legal. rs

Minha conta no wattpad, onde podem ler os meus livros https://www.wattpad.com/user/FelipeSali

Facebook: https://www.facebook.com/FelipeSali
Twitter: twitter.com/felipesali
Instagram: http://instagram.com/felipesali/
Tumblr: http://felipesali.tumblr.com/
Snapchat: felipesali
Canal do Youtube: https://www.youtube.com/felipesali


Então é isso galera! Espero que tenham curtido! Beijão <3 p="">

Nenhum comentário:

Postar um comentário

.